18.3.09

Água para todo lado

| Chamuscado por Laritz |

Ontem, durante a enchente que assolou a região metropolitana de São Paulo, meu maior medo foi dirigir debaixo de chuva pesada, sabendo que em poucos minutos a Via Anchieta se transformaria em rio. Havia pedaços de árvores espalhados pela pista. A escadaria de uma empresa se tornou violenta cachoeira. As águas do Córrego dos Meninos começaram a tomar a pista. Para aumentar meu pânico, há alguns anos, nesse mesmo trecho, eu presenciei a morte de uma mulher arrastada pela enxurrada, o que rendeu uma das reportagens mais elogiadas de minha carreira. Obviamente, essas imagens me martelaram com força total no meio do caos e eu revi nitidamente a cena daquela senhora escapando das mãos do bombeiro que tentava resgatá-la do veículo e desaparecendo nas águas barrentas. Felizmente, consegui atravessar a área de maior risco e então fiquei parada na longa fila de carros que aguardava o fim do alagamento.

Já em segurança, porém presa no congestionamento, começou outro problema aquático: uma imensa vontade de fazer xixi. De um lado, água. Do outro, carros e mais carros. O único estabelecimento comercial no caminho era uma casa da luz vermelha. Como eu não podia simplesmente deixar o carro no meio da rua e sair à procura de um vaso sanitário, a solução foi segurar por horas a fio, até que encontrei um supermercado e pude usar suas instalações - por sinal, muito limpas. Depois desse tormento, por acaso li a notícia sobre o guia dos banheiros públicos de São Paulo. Editado pelo Departamento de Urologia do Hospital das Clínicas, o livreto mapeia a situação dos sanitários em 37 pontos da cidade. Diz até onde há papel higiênico. É para carregar na sempre na bolsa e encontrar alívio em emergências como a que vivi.

5 comentários:

Leonardo disse...

Olha Lara, pelo seu relato, não queria estar na sua pele.

Um temporal caindo em SP, trânsito parado e ainda querendo fazer xixi, e não ter um lugar, olha.....

Ainda bem que uma desgraça maior não aconteceu.

Mosana disse...

uma tia, em situação similar, já fez xixi em uma garrafinha de água vazia...
vou dar uma olhada neste guia de banheiros..
kisses

Claudia disse...

Cade a foto do celular??? Poe ai!!!!

Questão Fundamental disse...

Acho que vc deveria incluir entre as outras peças do seu kit de sobrevivencia em enxurradas um urinol. rs.

É nisso que dá morar em cidade que deveria ser um rio, lagos, lagoas, córregos.
um bjo

Laritz disse...

Cacá, a foto que tirei do celular está no outro post sobre a enchente, um pouco abaixo...

Acho que o negócio é guardar no porta-luvas algumas fraldas geriátricas para emergência...

Blog Widget by LinkWithin
Subscribe