17.3.09

Purpurina

| Chamuscado por Laritz |


Desde menina, sempre gostei muito de moda. Fazia roupinhas para minhas bonecas e não perdia o quadro do Clodovil, no qual sugeria modelitos para as telespectadoras e fazia o croqui ao vivo. Eu não entendia muito das coisas, mas já admirava seu jeito desbocado, sem medo de dizer o que sentia. Cresci, ele instituiu a tal lente da verdade, depois envelheceu, e comecei a achá-lo linguarudo demais, porém sempre enxerguei nele a expressão de uma pessoa que não tem medo de ser o que é. Não o elegi deputado, pois é contrário à minha linha política, mas confesso que adorei a polêmica entrada da bichona (e bichona aqui não é um termo pejorativo) no sisudo ar de Brasília. É com muita tristeza que leio que seu caso de saúde é praticamente irreversível e rezo para que sua passagem seja tranquila e iluminada com muita purpurina.

4 comentários:

Sérgio disse...

Eu adoro o humor cítrico do Clô!!!

Bibi disse...

Duas.

Questão Fundamental disse...

Eu também achei muito bom para o país termos um deputado como o Clodovil. Principalmente pela sua franqueza de tratar com as pessoas e os fatos. Que ele tenha uma passagem tranquila.

E os versos são meus sim. Gosto de publica-los no overmundo (www.overmundo.com.br)

Laritz disse...

E não podemos esquecer: ele foi o maior estilista brasileiro até hoje. Nossa moda hoje é o que é graças ao `empurrãozinho´ que ele deu... Que descanse em paz!

Blog Widget by LinkWithin
Subscribe