30.6.09

Vida de mulher

| Chamuscado por Laritz |


Imagine Simone de Beauvoir na fila do supermercado, equilibrando uma caixa de ovos, um maço de rúcula e um pacote de batatas. Ou então Anaïs Nin acondicionando as compras nos saquinhos que nunca abrem, conduzindo o carrinho lotado e guardando tudo no porta-malas. Quiçá Madame Bovary, entre uma escapada e outra, apalpando tomates, implorando para o açougueiro tirar a gordura da carne e melecando os dedos no vidro de detergente arrebentado. Se essas cenas soam como surrealismo barato, por que euzinha, uma intelectual renomada (o renomada é por minha conta e risco), tenho de enfrentar a dura realidade das gôndolas consumistas na hora de abastecer a despensa? Bem que mamãe cansou de sugerir alternativas à procriação, como estudar na Sorbonne, servir a Cruz Vermelha ou completar o caminho de Santiago de Compostela... No entanto, eu preferi escutar aquela voz divina que sussurrava "crescei e multiplicai-vos" e hoje arranco meus vermelhos cabelos porque o preço do atum subiu absurdamente e o papel higiênico está pela hora da morte. Mas, como reside uma Polyanna nas minhas entranhas mais profundas, pelo menos agora posso brindar com o champanhe ma-ra-vi-lho-so da seção de importados!

6 comentários:

Mosana disse...

nem me faleeeeeeeee!
ngm merece essa vida de amélia!
e eu nem champanhe tenho! oh vida!
sim os meninos tão melhorzinhos!
kisses

Denise disse...

ah vai.........agente não pode viver só de comida .
agente quer comida diversão e balé.......e um champanhe,afinal.

a vida é bonita é bonita e é bonita

adoro vir aqui

afagos

Denise

virginia disse...

E o que dizer da renomada intelectual que ainda arrasta a mãe, também intelectual renomada, para aventuras dessa natureza. E nem oferece a champanhe nos finalmente?

Laritz disse...

Ofereci um vidro de palmito. Não é suficiente? rsrsrsrs!

Gabs disse...

Da próxima vez chama a sua mãe e suas amigas pra tomar champanhe com vc tá? rsrsr

Cecy disse...

O pior de tudo é ter de enfrentar a fila do caixa. Tento manter meu espírito intelectual e colocar um livrinho na bolsa pra ler enquanto espero

Blog Widget by LinkWithin
Subscribe