19.7.09

ET

| Chamuscado por Laritz |

Sábado chuvoso, sem muitas opções de lazer ao ar livre, lá fui eu arrastar o sári pelo shópis com as crias. Estava gastando muitas rúpias na lojinha de roupas infantis, quando um moleque de uns três anos, cara enfezada, do tipo que vai estudar física quântica quando crescer, começa a me medir de alto a baixo, olhando por cima do óculos de grau. Eis que a pequena criatura, para desespero da mãe, que mudou a cor da pele para uns três tons diferentes de roxo em apenas dez segundos, dispara a seguinte sentença:

- Pessoas de verdade não têm cabelo assim.

Eu caí na gargalhada. Meus rebentos olharam torto. A mãe do futuro cientista maluco abriu um buraco no chão do estabelecimento e enfiou a cabeça ali, morta de vergonha. E o pirralho saiu da loja com a certeza de que estava diante de um ET. Vai encarar uns bons anos de terapia para curar o trauma. Aposto.

4 comentários:

Elaine disse...

Olá!
Se esse guri soubesse que nem sempre aqueles que parecem gente de verdade o são de fato!
Mas deixa ele que a vida ensina rsrsrs.
Bom domingo, moça.

virginia disse...

Ainda bem que ele irá estudar física quântica e não ser cirurgião orto-molecular (sem hífen ou com?)

Andreia disse...

Que garotinho peculiar hein! rsrsrsrs
muito bom...
bjssss

Mosana disse...

ow my!
pior q tem gente que parece ser de verdade e nem é hein!
alguém ensina a esse moleque que as embalagens enganam de mais?
kisses

Blog Widget by LinkWithin
Subscribe